Translate

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Como é chique ser rico!



Como é chique ser rico num país de maioria pobre! É uma delícia olhar para as caras dos pobres com suas roupas bregas e fora de moda, sorriso sem dente, o cabelo desgrenhado, corpo fora de forma e sem um puto no bolso. Eu adoro ver pobres da janela do meu carro quando passo nas ruas. Porque assim eu me sinto uma pessoa afortunada na vida, invejada e poderosa. Ah! Como eu gosto de ter privilégios! De viajar de primeira classe, de ser VIP no High Society, frequentar as mais badaladas festas onde pobre felizmente não pisa! Eu adoro ser rica! Gente! é muito chique você ter dinheiro e sair por aí ostentando enquanto milhares de pobres estão morrendo por aí, vítimas do crime organizado, do tráfico de drogas e da desigualdade. Bem, eu não tenho culpa disso! Me desculpem! Eles são tão sujos, malvestidos, nem devem ter sabonete em casa! Nossa, eu fico com pena! Mas eu acho o seguinte – pobre tem que dar graças a Deus de ter um emprego de porteiro ou de empregada. Porque assim nós podemos ter até mais tranquilidade de andar pelas ruas do Leblon ou ir para os shoppings fazer compras. Os animais estão devidamente domesticados em casa! kkkk Guardando o nosso lar querido! Isso quando não pinta uma dessas ladras para roubar a gente! Terrível!

Olha, o Brasil com esse governo do PT e da Dilma está melhorando a vida deste povo e eles estão deixando de trabalhar para a gente. Eu acho isso um absurdo! E depois eles vão viajar de férias, pegam um avião e a gente tem que compartilhar com eles, essa corja de fedorentos,  esse lado tão bom de ser rico. Eu acho isso uma coisa extremamente constrangedora! Terrível! Abomino! Logo eu, tão rica, e tão chique convivendo com essa gentalha! Não, sinceramente, não combina comigo, uma mulher fina, de bom gosto, de família nobre,  chiquérrima, herdeira de várias terras, cartórios, empresas de rádio e televisão, com cadeiras no Senado, na política! Querida! são tantos bens e tanto poder que eu nem sei de onde vieram! Ah! E ainda sou herdeirra  de uma das empresas mais  poderosas do ramo têxtil  e de moda no Brasil! Olha,  tem dia que eu não consigo dormir a noite por causa desses pobres! E fico tendo pesadelos só em pensar que um dia, por milésimos de segundos, eu tenha que conviver com estes maltrapilhos nas áreas vips. 

Eu mesma não convivo com os trabalhadores nojentos da minha empresa, porque todo pobre é nojento, fedido! Eles trabalham em um prédio em condições terríveis de higiene e nem adianta mandar sabonete pra lá, eles não gostam, não usam! Aí um dia, sei lá porque bateu fiscalização no local, e  disseram que eles faziam trabalho escravo! Um absurdo gente! Veja! a gente dá emprego para o pobre e vem este pesssoal de esquerda e libera os pobres coitados para ficar por aí, nas ruas matando e nos roubando! Olha, trabalho escravo era nas fazendas do meu bisavô! Os negros faziam de tudo e até apanhavam, com um chicote, para aprender a trabalhar direito! Estes, agora, eram muito bem tratados! Nossa! Um absurdo isso! Olha, definitavamente eu sou uma pessoa boa, eu nunca trabalhei, graças a Deus!E não tenho nada com isso! Então não vivo neste mundo de gente imunda, suada, que trabalha muito, ganha pouco e se veste mal. Porque querida eu nasci rica, fina e vip! Então, para mim não tem nada mais gostoso que ostentar minha riqueza! Eu adoro saber que os pobres estão lá, nas fábricas, ralando para gente ficar aqui na boa vida! Como é chique tomar champagne e cheirar cocaína de dia! KKKK

*Conversa de duas Patys, na poltrona da frente, em um voo pela Europa.


Nenhum comentário: