Translate

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Cultura e Arte

                         Pinacoteca do Estado de São Paulo

Ver de perto obras originais de arte tem seu encanto. É um momento de contemplação e de recriação individual. Você não divide esta experiência com ninguém. Na Pinacoteca, as obras de Cândido Portinari tinham uma exposição especial, uma coleção de Castro Maia que foi o seu grande mecenas. Vi obras também dos séculos 19 e 20, uma série de retratos, nus e costumes burgueses. Esculturas de Rodin pelos corredores largos do museu, obras antigas e novas como as pegadas na parede que lembram o grafite. E obras da primeira metade do século 20, de modernistas brasileiros e artistas internacionais. Ver e admirar, ler e olhar prolongadamente. Não deu tempo de ver tudo como eu gostaria, porque São Paulo tem arte em todos os cantos, muitos lugares para conhecer no pouco tempo que tenho por aqui. Mas adorei a Pinacoteca, parada obrigatória das artes!


                            Arte nas pegadas da parede

                                  Arte contemporânea

Nenhum comentário: