Translate

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Nossa casa, nossa mãe, o planeta Terra!


Sustentabilidade - você sabe o que isso significa? O prefixo vem de sustentar: conservar, manter, alimentar fisíca ou moralmente, de conseguir dar sustento a alguma coisa ou alguém. É o que parece para a maioria das pessoas. Mas, na verdade, essa palavrinha tão em moda, que vive na boca de empresários, políticos e ativistas ambientais, ainda carece de mais explicação. 

A sustentabilidade do planeta Terra. Pronto, já entendeu? Não! Então, vamos começar do início. A sociedade mundial, homens e mulheres, sempre exploraram a Terra, retirando matérias primas da natureza para criar produtos materiais. Tudo isso era, a princípio, para resolver nossos problemas de sobrevivência: ter comida, utensílios, a nossa casa, transporte para locomoção e etc. Com o tempo, o homem começou a retirar cada vez mais para si e para vender aos outros. Assim, foram-se embora grandes florestas, toneladas de minérios de ferro, a água ficou poluida e escassa e milhares de espécies animais e vegetais estão em extinção. 

Ninguém se preocupou em repor aquilo que foi retirado da Terra. E, hoje, nem mesmo com os sinais de que a Terra está esgotando seus recursos naturais para o nosso sustento, o homem não quer reduzir a produção e a venda dos seus produtos. Ele quer lucrar cada vez mais, ficou louco!

A nossa casa principal é o planeta Terra, sem ele deixamos de existir. O nosso planeta precisa de equilíbrio ambiental para viver em harmonia e gerar alimento para os seres vivos que nele habitam. Ele também precisa de sustento e de paz para continuar produzindo e gerando árvores, minérios e vida. Todo tipo de vida: vida humana, animal e vegetal. 

Nós fazemos parte do elo do planeta Terra. Não somos os criadores ou donos de tudo. Estamos aqui de passagem, somos grão de areia na praia. Não podemos querer controlar e dominar a natureza somente a nosso favor. Precisamos olhar para a Terra, para as necessidades da Terra, da nossa mãe que nos criou. Somos filhos ingratos quando não percebemos o amor que ela nos dedica e nos oferece sem cobrar nada.

Está na hora de o homem parar de correr para um só lado. Está passando da hora de revermos nossos conceitos. O mundo evoluiu muito e o homem também, mas precisamos e sempre vamos precisar de amor e de sustento. Está na hora de olhar e ver o outro lado: a criação, a produção e a reprodução da vida.

Quando a gente entende que sustentabilidade é cumprir o ciclo da vida, as coisas ficam mais claras. As pessoas percebem o seu papel, sua participação importante e definitiva na comunidade do planeta Terra. Temos que sustentar a vida que nos criou para que ela continue nos sustentando, continue sendo forte e ativa, nos dando água, comida, grandes belezas naturais e alegria de viver. 

É preciso, para isso, amar o planeta Terra de forma incondicional. Amar os homens, os animais e todo nosso ecossistema. Amar a fauna, a flora, cada ser vivo. E dar valor à vida como nunca antes se deu. O nosso dever, nesse momento histórico de luta pela preservação ambiental, é cuidar da Terra, é plantar e cultivar a terra, é dar carinho e sustento para a Terra.

Só assim seremos capazes de perceber a grandeza do universo e olhar para nós mesmos com mais humildade, com menos ganância e soberba.  Precisamos saber amar a mãe a Terra e seus filhos para jamais faltar sustento para todos.


Nenhum comentário: