Translate

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Grandes exposições

Museu de Arte de São Paulo (Masp), São Paulo

O Masp é um grande museu em São Paulo. Quando se fala de arte no Brasil, o Masp é uma referência. Suas exposições são super bem organizadas. Tive a oportunidade de vê-las na semana passada e me encantei. É tal o zelo e competência dos curadores que você fica horas vendo as obras e lendo todas as informações sobre o artista e a sua exposição. Você sai de lá com várias aulas sobre a história da cultura e da arte. Adorei! Quem vai a São Paulo tem que visitar o museu.

A missão do MASP é "Incentivar, divulgar e amparar, por todos os meios ao seu alcance, as artes de um modo geral e, em especial, as artes visuais, visando o desenvolvimento e o aprimoramento cultural do povo brasileiro".

Há várias exposições em cartaz no museu, mas vou falar aqui apenas das que mais gostei. Mas vale a pena ver todas!

ACERVO DO MASP
ROMANTISMO: A ARTE DO ENTUSIASMO
Período:
5 de fevereiro a 8 de maio de 2010

                  Rosas num Copo, Jean-Baptiste-Camille Corot 


Obras de Bosch, El Greco, Monet, Renoir, Van Gogh, Dalí, León Ferrari, Tomie Ohtake e dezenas de outros mostram que os ideais do Romantismo - movimento identificado entre meados dos séculos XVIII e XIX - permeiam a arte produzida nos últimos 500 anos no Ocidente.

Essa exposição foi a que mais gostei. Eu me identifiquei muito com as obras e os conceitos dos artistas. O Romantismo é um movimento artístico que faz parte da arte contemporânea também. Quase todos os movimentos são datados, mas eles existem mesmo fora do tempo em que foram idealizados pelos grandes artistas. As obras e os movimentos podem ser recriados, transformados, atualizados, mas sua essência original sempre persiste.

EXPOSIÇÃO DO ACERVO MASP
OLHAR E SER VISTO - RETRATOS E AUTO-RETRATOS
Período:
A partir de 21 de julho de 2009 - sem previsão de encerramento, Acervo MASP

Um novo olhar sobre a coleção

                                 Madame G. van Muyden, de Modigliani


Essa exposição foi a primeira que vi no MASP. A ideia é mostrar e falar do olhar de quem vê e de quem quer ser visto, é muito interessante. Os retratos remontam ao período monarquista em que os nobres queriam ser retratados por grandes artistas por questão de status e honraria. Nessa época, os retratos deviam refletir o rosto da pessoa quase que de forma real, uma espécie de foto. Não havia muito espaço para experimentação artística. A exposição mostra as mudanças do retrato através dos tempos, em cada período você percebe a mudança, o expressionismo, o impressionismo, o modernismo e outros, até chegar a arte conceitual em que o artista tem toda liberdade para criar sua arte tendo como fonte uma pessoa, lugar ou coisa.
 
FESTIVAL DO MINUTO: A RESPOSTA

O MINUTO E A CIDADE
Período:
11 de março a 9 de maio de 2010


          O Minuto e a Cidade - Festival do Minuto: a Resposta

62 vídeos selecionados pela curadoria do Festival do Minuto mostram o embate cotidiano de quem vive na metrópole: as dificuldades nas relações pessoais, o trânsito, o excesso de tarefas. O público poderá enviar vídeos-respostas aos que estão em cartaz e os selecionados serão integrados semanalmente à exposição. O Minuto e a Cidade - Festival do Minuto: A Resposta está em cartaz na Galeria Clemente de Faria.

Nenhum comentário: