Translate

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Eu, caçador de mim



Por tanto amor
Por tanta emoção
A vida me fez assim
Doce ou atroz
Manso ou feroz
Eu caçador de mim

Preso a canções
Entregue a paixões
Que nunca tiveram fim
Vou me encontrar
Longe do meu lugar
Eu, caçador de mim

Nada a temer senão o correr da luta
Nada a fazer senão esquecer o medo
Abrir o peito a força, numa procura
Fugir às armadilhas da mata escura

Longe se vai
Sonhando demais
Mas onde se chega assim
Vou descobrir
O que me faz sentir
Eu, caçador de mim

Um comentário:

Cristiano Lamêgo disse...

Esta versão de caçador de mim sempre me tocou...desde a primeira vez que ouvi...embora todo mundo pense que seja do Milton, a verdade é de Luís Carlos Sá e Sérgio Magrão. Mas é a cara do Milton, né? reflete bem a sensibilidade que ele tem. Letra e música belíssimas...está na minha lista TOP 10.
Bj,
Cristiano Lamego
cristianolamego@yahoo.com.br