Translate

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Funarte MG apresenta “Mão na Luva”, de Vianninha

Montagem do Grupo Tapa e Teatro Cia conquistou a crítica de São Paulo

O espetáculo “Mão na Luva”, de Oduvaldo Vianna Filho, estreia dia 20 de janeiro no Galpão 3 da Funarte MG, com os atores paulistanos Marcelo Pacífico e Isabella Lemos – fundadores do Teatro CIA e membros do Grupo Tapa. Elogiada pela crítica especializada de São Paulo, a montagem dá continuidade à programação da Funarte MG, reaberta após grande reforma.

A peça, uma coprodução dos dois grupos, tem supervisão artística de Eduardo Tolentino de Araújo. Durante a temporada, serão realizadas uma palestra e seis oficinas, que vão abordar a obra de Vianinha.
Em “Mão na Luva”, temas como amor e confiança são discutidos por um casal que, ao rever a história de nove anos de casamento, discute princípios, coerência ideológica, oportunismo e infidelidade.

Na trama, estruturada em cenas entrecortadas por flashes do passado, o personagem ‘Ele’ é jornalista de uma revista que está se vendendo aos interesses econômicos e políticos da época. Idealista, busca organizar uma publicação independente junto com colegas de trabalho. Mas, ao se render ao regime, toma o lugar de um dos companheiros que já havia deixado a revista, sobe na vida, contradiz seus ideais e perde a estima dos amigos e, principalmente, da mulher.

‘Ela’ anuncia o desejo de deixá-lo, acusando-o de fraqueza moral. A questão ética vivida por ‘Ele’ tem o mesmo peso dramático da traição amorosa. A primeira montagem da obra foi em 1984, dirigida por Aderbal Freire Filho, com Marco Nanini e Juliana Carneiro da Cunha no elenco.

Sobre o autor – Oduvaldo Vianna Filho nasceu em 4 de junho de 1936, no Rio de Janeiro, filho do teatrólogo Oduvaldo Vianna e de Deocélia Vianna. Vianinha, como era conhecido, foi dramaturgo, ator, roteirista de cinema e televisão, e participou ativamente de vários movimentos e grupos teatrais e políticos.

Autor premiado, teve textos censurados pela ditadura. É um dos mais destacados dramaturgos brasileiros por obras como: “Mão na Luva”, “Moço em Estado de Sítio”, “Corpo a Corpo”, “Papa Highirte” e “Rasga Coração”. Faleceu em 16 de julho de 1974. Em 2009, a Funarte publicou o livro “Vianninha – Teatro, Televisão, Política”, reunindo textos, entrevistas, crônicas e fragmentos representativos do pensamento do dramaturgo. Lançou ainda o “Arquivo Vianninha Online”, que reúne um diversificado acervo digital sobre o autor.

“Mão na Luva”, de Oduvaldo Vianna Filho
De 20 de janeiro a 6 de fevereiro – quinta a sábado, às 20h; domingo, às 19h

De 13 a 27 de fevereiro – sábado, às 20h; domingo, às 19h

Local: Galpão 3 da Funarte MG –Rua Januária, 68 – Bairro Floresta

Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada)

Duração: 70 minutos

Classificação: 14 anos

Informações: (31) 3213-3084

Fonte: Funarte

Nenhum comentário: