Translate

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas



Em janeiro, Belo Horizonte recebe um recorte de uma das mais representativas exposições de arte contemporânea mundial: a 29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas. A segunda maior bienal do mundo, que fica atrás apenas da Bienal de Veneza, escolheu os espaços da Fundação Clóvis Salgado em Belo Horizonte para abrir a itinerância da 29ª edição da mostra.

As obras selecionadas para a exposição em BH poderão ser vistas entre os dias 18 de janeiro e 20 de março, no Palácio das Artes e Centro de Arte Contemporânea e Fotografia. O público irá conferir os trabalhos de nomes como Jean-Luc Godard, Carlos Garaicoa, Gil Vicente, Hélio Oiticica, Lygia Pape e Matheus Rocha Pitta, entre muitos outros. No total, estão expostas cerca de 190 obras de 35 artistas artistas brasileiros e internacionais que discutem a ligação profunda entre arte e política. A curadoria da exposição é de Moacir dos Anjos e Agnaldo Faria.



A 29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas é fruto de uma realização conjunta da Fundação Clóvis Salgado e Fundação Bienal de São Paulo, com patrocínio nacional do Banco Itaú e Fiat. A FCS tem ainda o patrocínio local da OI e OI Futuro. A exposição irá ocupar galerias e espaços diversos do Palácio das Artes, como hall de entrada, passeio e Cine Humberto Mauro, além do Centro de Arte Contemporânea e Fotografia da FCS. A entrada é franca em todos os espaços e para a mostra de cinema.

Uma relação histórica

Desde sua abertura, nos anos 70, o Palácio das Artes tem uma filosofia que vai ao encontro do pensamento dos curadores da 29ª Bienal de São Paulo, que ancora seu trabalho na convicção de ser impossível separar arte e política. Nos anos de ferro da ditadura militar brasileira, em 1970, a Casa exipôs, em sua inauguração, a mostra Do Corpo à Terra, que tornou-se um dos principais marcos da cultura em Minas Gerais e do Brasil.

Com curadoria de Frederico de Morais, a exposição teve a presença de vários artistas que também foram selecionados para a 29ª Bienal de São Paulo, como Cildo Meireles, Artur Barrio, Nelson Leirner e Carlos Vergara.

Com a realização desse projeto em 2011, a Fundação Clóvis Salgado cumpre a maior missão que lhe cabe, que é oferecer ao público mineiro uma programação cultural de conteúdo inquestionável e diversificada.

Ação educativa

Para receber cada público da melhor maneira possível e potencializar o seu contato com as obras da exposição, Belo Horizonte vai contar com um serviço educativo cuidadosamente preparado pela 29ª Bienal de São Paulo. O objetivo é difundir a arte contemporânea para seus mais diversos públicos, passando a eles informações detalhadas sobre os trabalhos da 29ª Bienal, favorecendo o diálogo e estimulando as pessoas a construírem e acreditarem nas suas próprias percepções da arte. As informações sobre a ação educativa e o agendamento de atividades devem ser feitas pelos telefones 31 – 3236-7322 ou 31 – 3236-7389.

Serviço:

Evento: Itinerância 29ª Bienal de São Paulo

Data: 18 de janeiro a 20 de março

Horário: terça-feira a sábado de 9h às 21h; domingo de 16h às 21h

Local: Galeria Alberto da Veiga Guignard, Galeria Genesco Murta, Galeria Arlinda Corrêa Lima e no Centro de Arte Contemporânea e Fotografia

Entrada franca

Informações: (31) 3236-7400

 http://www.29bienal.org.br/

Fonte: Palácio das Artes

Nenhum comentário: